Abel Braga recusa oferta do Atlético-MG para ir ao exterior

Demitido pelo Internacional em abril, técnico diz que está perto de acertar com time do Catar

25 de julho de 2007 | 20h20

O técnico Abel Braga afirmou que recebeu um convite para treinar o Atlético Mineiro, mas se recusou porque está negociando contrato com um clube do Catar. "Seria uma honra voltar a dirigir o Atlético, mas o clube queria que eu começasse a trabalhar imediatamente e isso não era possível." Sem o campeão mundial de clubes, o time mineiro acertou com Emerson Leão.Abel está parado desde o fim de abril, quando deixou o Internacional. Sua intenção era - e continua sendo - trabalhar fora do Brasil. Mas como a negociação com os representantes do Catar está se arrastando, ele começa a cogitar a possibilidade de treinar um clube brasileiro."Quando assumo um compromisso, mantenho minha palavra. Estou conversando com um clube do Catar e por isso não posso fechar com outro. Mas quero resolver esta situação até o fim da semana. Se não fechar com o Catar, posso ficar no Brasil."Abel conta que negociou com outros três clubes estrangeiros antes de ser procurado pelos dirigentes do Catar. "Recebi proposta do Monaco, do Betis e de um clube dos Emirados Árabes, mas nenhuma deu certo." Ele acha que vai mesmo para o Catar. "A chance de acerto é grande."

Tudo o que sabemos sobre:
Abel BragaAtlético-MG

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.