Abel Braga revela ansiedade para assumir o Fluminense

O técnico Abel Braga fez uma reunião com o vice-presidente de futebol do Fluminense, Sandro Lima, nesta quarta-feira, em Abu Dabi, para definir o planejamento do clube para a disputa do Brasileirão. E admitiu estar ansioso para assumir o comando do time carioca, o que só acontecerá no dia 8 de junho, quando acaba seu vínculo com o Al-Jazira, dos Emirados Árabes Unidos.

AE, Agência Estado

18 de maio de 2011 | 18h26

Abel tinha acertado em março a sua ida para o Fluminense, logo depois da saída do técnico Muricy Ramalho, mas precisa ficar no Al-Jazira até o final do campeonato local, no qual já conquistou o título antecipado. Mesmo assim, ele já prepara a chegada ao clube carioca, com quem irá assinar contrato até dezembro de 2012, quando se apresentar no dia 8 de junho.

"A ansiedade é muito grande para começar a trabalhar com esse grupo. E tenho muita convicção de que, com a ajuda de todos, vai dar certo. O elenco é forte e tem muita qualidade. Jogaremos o campeonato mais difícil do mundo e entraremos para ser campeões. Temos que ter esse espírito", afirmou Abel, após a reunião desta quarta-feira com o dirigente do Fluminense.

Ele aproveitou para agradecer ao Fluminense por ter esperado o fim do seu compromisso com o Al Jazira. "Eu mesmo já estou me cobrando porque nunca houve no futebol brasileiro um clube esperar por um treinador por tanto tempo assim. Eu tenho que retribuir. É uma gratidão imensa ao torcedor, que esteve o tempo todo do meu lado e em nenhum momento se manifestou contra", disse Abel.

"Este é o começo de um projeto que queremos implantar no Fluminense, a médio e longo prazos, para alcançarmos os nossos objetivos. Conversamos sobre o planejamento para o Brasileiro e o Abel está louco para chegar logo. E estou impressionado com a interação da comissão técnica que seguirá com ele. Todos já se sentem no Fluminense", contou Sandro Lima, lembrando que o treinador trabalhará com o auxiliar Leomir, os preparadores físicos Cristiano Nunes e Marcelo Chirol, o preparador de goleiros Marquinhos e o observador Roberto Moreno.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseAbel Braga

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.