Alexandre Vidal/Flamengo
Alexandre Vidal/Flamengo

Abel Braga vê 'resultado normal' no Flamengo, mas admite que 'erramos demais'

De volta ao Beira-Rio, técnico reencontrou clube onde é ídolo, principalmente pelas conquistas da Copa Libertadores e do Mundial, ambos em 2006

Redação, Estadão Conteúdo

01 de maio de 2019 | 20h22

A temporada do Flamengo é marcada por forte irregularidade. E no início do Brasileirão não foi diferente. Depois de apresentar um bom futebol e estrear com vitória sobre o Cruzeiro, por 3 a 1, o time carioca foi até Porto Alegre (RS) nesta quarta-feira e perdeu para o Internacional, por 2 a 1, no Beira-Rio.

Na entrevista coletiva, Abel Braga considerou o tropeço como "absolutamente normal", mas reconheceu que o Flamengo poderia ter conquistado um resultado melhor se não fossem os vários erros cometidos pelo time, inclusive nos dois gols do rival.

"Chegar aqui e perder para o Internacional é um resultado absolutamente normal. Assim como seria se o Flamengo vencesse, porque são dois grandes clubes. Mas hoje nós erramos demais. Erramos a nível de passe, de troca de posição e nos dois gols", apontou o treinador, acostumado a atuar no Beira-Rio.

Durante as quatro passagens que teve pelo clube gaúcho, o treinador se tornou um ídolo da torcida principalmente após as conquistas da Copa Libertadores e do Mundial de Clubes, ambos em 2006.

"É um sentimento inexplicável. Primeiro porque para mim é o estádio mais lindo do País. E ainda mais lotado. Hoje a rivalidade ficou apenas dentro de campo. Fora dele foi tudo muito legal, pude reencontrar pessoas queridas", comentou Abel Braga.

Com três pontos, o Flamengo volta a campo no domingo, contra o São Paulo, no Morumbi. O time deve ir para o jogo com um time reserva, pois três dias depois tem o confronto decisivo contra o Peñarol, no Uruguai, pela última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores.

Na liderança do Grupo 9, com os mesmos nove pontos do Peñarol, o Flamengo precisa de um simples empate para se classificar. Se perder, tem que torcer por um tropeço da LDU diante do lanterna San José, no Equador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.