Lucas Merçon/Fluminense
Lucas Merçon/Fluminense

Abel confirma saída e diz que Henrique Dourado não joga mais pelo Fluminense

'Ele chegou para mim e disse que não gostaria mais de jogar', revelou o treinador

Estadão Conteúdo

20 Janeiro 2018 | 20h54

Após o empate sem gols com o Botafogo no primeiro clássico do ano no Campeonato Carioca, o técnico Abel Braga revelou, em entrevista coletiva, que o centroavante Henrique Dourado pediu para não jogar mais com a camisa do Fluminense e está de saída do clube.

+ Em jogo morno, Fluminense e Botafogo empatam sem gols no 1º clássico do Carioca

+ TEMPO REAL - Confira os lances da partida

"Ele chegou para mim e disse que não gostaria mais de jogar, que não estava com cabeça no time, que a situação dele estava resolvida e que ia sair. Não podia fazer mais nada. Ele tem esse direito. E eu disse: 'não vai ter abobrinha, vão me perguntar na coletiva e não vou inventar nada", revelou o treinador.

Apesar do pedido do centroavante, Abel elogiou o jogador e a postura dele de não ter deixado de treinar nos últimos dias, mesmo com a intenção de sair. "Trata-se de um ídolo do clube que ajudei a criar. Cara inquestionável de caráter, grande jogador. Participou da pré-temporada, todos os jogos".

Artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2017 ao lado de Jô, com 18 gols, Henrique Dourado estava treinando normalmente com o restante do elenco mas não foi relacionado para nenhuma das duas partidas do Fluminense neste início do Carioca.

Ele acompanha Diego Cavalieri, Henrique e Gustavo Scarpa, os principais jogadores da equipe nas últimas temporadas, e deixa o clube. A diferença é que os dois primeiros foram dispensados e Scarpa entrou na Justiça contra o Fluminense para se desvincular do clube e acertar com o Palmeiras.

Apesar de o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, ter dito na última semana que tinha desistido de Dourado, o provável destino do jogador é mesmo o clube paulista, que procura um centroavante após perder Jô para o futebol japonês.

Sem Dourado, a única opção como referência no ataque do Fluminense passa a ser o jovem Pedro, que atuou como titular no empate diante do Botafogo.

Mais conteúdo sobre:
Fluminense futebol Futebol Amador

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.