Abel exalta 0 a 0, mas lamenta chances perdidas do Flu

O Fluminense foi até Porto Alegre para enfrentar o Grêmio, na última quarta-feira, e conseguiu um 0 a 0 que lhe manteve na liderança do Grupo 8 da Libertadores, precisando apenas de um empate diante do Caracas, na última rodada, em casa, para avançar às oitavas de final. Por isso, o técnico Abel Braga não escondeu a satisfação com o resultado.

AE, Agência Estado

11 de abril de 2013 | 10h21

"Foi um jogo muito tático, com o Grêmio melhor nos 30 minutos iniciais e nós nos outros 60. Tivemos as melhores oportunidades, jogamos com inteligência, não corremos riscos. Poderíamos ter vencido, mas o empate já era um bom resultado antes do jogo. Estou muito contente, tinha muita confiança nesse grupo, independentemente das ausências", disse, lembrando dos desfalques de nomes como Wellington Nem, Deco, Thiago Neves e Fred.

Mesmo celebrando o resultado, Abel Braga não saiu totalmente satisfeito de campo. Para ele, o Fluminense poderia ter conseguido a vitória, devido às diversas chances perdidas, principalmente no segundo tempo, quando o Grêmio já estava sem o zagueiro Cris, expulso. Ele ainda reclamou do gol anulado de Rhayner, quando a arbitragem marcou impedimento inexistente.

"Todo mundo achou que o Grêmio ia vencer fácil por causa dos nossos desfalques e não foi isso que aconteceu. Tivemos um gol mal anulado do Rhayner, mais uma oportunidade com ele, outra com o Wagner. Teve um gol que o (Rafael) Sóbis perdeu que não dá para entender até agora. Então tivemos muitas oportunidades. Gostei do desempenho da equipe e foi um bom resultado", avaliou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.