Abel exalta mudança no Flu e comemora vice-liderança

Depois de seguidas rodadas batendo na trave, o Fluminense enfim alcançou a segunda posição do Brasileiro. A vitória sobre o Palmeiras, no domingo, possibilitou a ascensão na tabela e contou com atuação decisiva de Abel Braga.

AE, Agência Estado

13 de agosto de 2012 | 12h21

O treinador foi o responsável por uma mudança no meio-campo, criticada pela torcida, mas que deu resultado. Quando o time precisava de mais armação, colocou em campo mais um volante, Diguinho, e adiantou Jean, que acabou marcando o gol da vitória.

"Muita gente deve ter me xingado no intervalo. Mas eu não joguei com três volantes. Eu adiantei o Jean porque sabia o retorno que ele poderia me dar e porque eu não tinha apoiadores entre os reservas. E, no lance do gol, é só você reparar onde e como ele estava jogando", explicou o treinador.

"Foi um gol de quem trabalha muito pela equipe, de quem merece muito", elogiou Abel, que também exaltou a jogada de Rafael Sobis, responsável pela assistência. "Já agradeci ao Rafael Sobis pelo passe, ele teve uma velocidade de pensamento incrível. E também tenho que agradecer pela força do grupo. Se não fosse essa luta, não sairíamos daqui com a vitória".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseAbel Braga

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.