Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Wilton Júnior/AE
Wilton Júnior/AE

Abel festeja título após pedir humildade no Fluminense

RIO - No início do ano, antes mesmo de a bola rolar, o Fluminense era decantado como o melhor time, melhor elenco do Rio, quiçá do Brasil. Mas o começo da temporada foi turbulento, com tropeços no Estadual, má atuação na Libertadores e críticas ao técnico Abel Braga. Na reta final da Taça Guanabara, porém, o time pareceu se encontrar, Abel barrou Wagner e Rafael Sóbis, lançou o jovem Wellington Nem e a equipe culminou a recuperação com a vitória por 3 a 1 sobre o Vasco na final do turno, neste domingo, no Engenhão.

Leonardo Maia, Agência Estado

26 de fevereiro de 2012 | 19h09

"Antes da competição deram muita ênfase ao nosso time, tentaram até nos coroar antes de jogarmos uma partida sequer. Pedi que não houvesse soberba dos jogadores e foi isso o que aconteceu."

Destacando a volta por cima, os jogadores tricolores comemoraram muito a conquista de uma taça que volta às Laranjeiras após 19 anos. Mais importante, a classificação antecipada para uma eventual final do Carioca permite ao clube se concentrar mais na disputa da Taça Libertadores, pela qual o time volta a campo no dia 7, contra o Boca Juniors, em La Bombonera, na Argentina.

"Foi uma grande atuação de todos. Estamos de parabéns. Agora podemos focar na Libertadores", comentou Thiago Neves, que não marcou, mas deu assistência para um dos gols. "Vamos ver o que o Abel vai planejar".

Pelas palavras do comandante, não há dúvidas. O Fluminense vai priorizar a competição continental. Para as partidas contra Resende, quarta-feira, e Nova Iguaçu, sábado, um time reserva ou misto vai tentar buscar as vitórias no segundo turno.

"Nosso objetivo é ganhar tudo. Mas vamos pensar no Boca Juniors, na semana que vem. A equipe titular não joga na quarta-feira. Para sábado, vamos analisar bem alguns jogadores", antecipou o treinador campeão. E um problema já se anuncia para os próximos compromissos. Thiago Neves deixou o campo no segundo tempo com dores musculares na coxa direita. Com 10 dias até o confronto contra os argentinos, a expectativa é pela sua recuperação.

Com tantos homens de frente, inclusive Sóbis e Wagner, que perderam muito espaço no grupo depois de fracas atuações neste início de temporada, Abel demonstra confiança em mesclar para deixar sempre o time em boas condições para os principais desafios.

"Temos que pensar na Libertadores. Já conquistamos 50% do Estadual", disse Deco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.