Abel ignora interesse do Inter e renova com o Fluminense

O Fluminense acertou a renovação contratual do técnico Abel Braga para a temporada de 2013. O treinador recebeu um aumento salarial e assinou o novo contrato na tarde desta terça, em reunião com o diretor Rodrigo Caetano e o vice de futebol Sandro Lima. Abel era cobiçado pelo Internacional, que demitiu o técnico Fernandão na segunda.

AE, Agência Estado

20 de novembro de 2012 | 18h25

Com o acerto e a manutenção da comissão técnica, o Flu pode intensificar o planejamento para 2013, quando tentará o título inédito da Libertadores. Uma forte especulação liga Ronaldinho Gaúcho ao clube. Apesar do desejo do presidente da Unimed, Celso Barros, na contratação do craque, o meia não tem grande aceitação no Fluminense.

Membros da diretoria questionam o custo-benefício da vinda do jogador. Assis, irmão e empresário de Ronaldinho, almoçou recentemente com Barros e foi visto em duas ocasiões no prédio da Unimed, no Rio.

Dois aspectos principais pesam contra a contratação do jogador. O primeiro é esportivo. A cartolagem tricolor não vê como prioritária a contratação de um meia-armador, posição já ocupada no elenco por Deco e que tem ainda como opções Thiago Neves e Wagner. Todos jogadores de alto custo. Ronaldinho, depois do bom Brasileirão no Atlético-MG, exigirá um alto salário.

O segundo fator é o temor de que um retorno de Ronaldinho ao Rio de Janeiro seja prejudicial. A vida noturna da cidade e a intensa cobertura da imprensa carioca foram alguns dos fatores que afetaram a passagem do meia no Flamengo.

O próprio Celso Barros, na festa pela conquista do título brasileiro, no domingo, reafirmou que não vai aumentar o investimento no futebol do Fluminense. Mais ainda, não mostrou entusiasmo em entrar forte na tentativa de "repatriar" o meia argentino Conca, campeão brasileiro pelo Flu em 2010.

A comissão técnica e os dirigentes do futebol tricolor ainda não entraram oficialmente em uma possível negociação com Ronaldinho. O planejamento para a próxima temporada prevê a contratação de quatro nomes de algum destaque, com o foco maior nas laterais, na zaga, e para um atacante reserva.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.