Lucas Merçon/Fluminense
Lucas Merçon/Fluminense

Abel ignora vantagem do empate contra o Vasco e destaca série invicta do Flu

Treinador elogia evolução da equipe neste começo de temporada

Estadão Conteúdo

26 de março de 2018 | 11h10

O título da Taça Rio dá ao Fluminense a vantagem de jogar pelo empate na semifinal do Campeonato Carioca. O time tricolor encara o Vasco na próxima quinta-feira, no Maracanã, e qualquer igualdade garante uma vaga na decisão.

+ Pedro celebra atuação decisiva: 'Um de meus melhores jogos pelo Fluminense'

+ Abel celebra título e fala que segredo do Fluminense é o 'sonho' e a amizade

O técnico Abel Braga, no entanto, evitou falar na maneira em que poderia se aproveitar dessa vantagem. "Do outro lado tem um time muito bom, empatamos no último jogo, vimos a capacidade do treinador que mudou a forma de jogar do time, jogou muito bem. Não vamos pensar no empate, vamos procurar jogar nosso jogo, de marcação, de saída rápida, com transição defensiva e ofensiva", afirmou o treinador.

Abel preferiu destacar a evolução da equipe na competição. Ao vencer o Botafogo por 3 a 0 no domingo, o time tricolor conquistou o returno de maneira invicta. Foram cinco vitórias e três empates no total.

"Foi a vitória da alma. A alma está sempre em primeiro lugar. É surpreendente porque essa equipe não perdeu na Taça Rio. A equipe titular não perdeu no Campeonato Carioca, o único jogo que perdeu era uma equipe 'B+C', mas surpreende porque a equipe depende de encaixe e até falei para eles que esse coletivo forte se supera."

A rapidez com que a equipe se encaixou surpreendeu o técnico. Do ano passado para cá, Abel perdeu peças importantes como o goleiro Diego Cavalieri, o zagueiro Henrique, o meia Gustavo Scarpa e o atacante Henrique Dourado. Mesmo assim, se reestruturou e fez uma grande campanha no segundo turno.

"No início do ano passado o time encantou com um futebol lindo, mas não era tão competitivo. Quando se tem as perdas que tivemos de jogadores, a gente tem que confiar muito naquilo que faz. O que está acontecendo é que nossa equipe titular está adquirindo confiança jogo a jogo e temos essa convicção, está mostrando sua capacidade, buscando cada palmo do campo. Com a torcida junto, incentivando, o jogador se sente muito mais confortável", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.