Abel quer que Flu seja respeitado em luta pelo bi

Foi como o técnico Abel Braga pedia. Três vitórias consecutivas, feito alcançado pela primeira vez no atual Campeonato Brasileiro, recolocaram o Fluminense na briga. Com os triunfos sobre São Paulo, Atlético-GO e Cruzeiro, o clube das Laranjeiras se aproximou da zona de classificação para a Copa Libertadores e, mais do que isso, se vê no direito de sonhar com o título da competição.

AE, Agência Estado

08 de setembro de 2011 | 19h08

Abel, que chegou a estar muito pressionado devido a inconsistência da equipe, vive dias de mais tranquilidade e comemora a recuperação da confiança dos jogadores. O treinador, que chegou a balançar com um convite para voltar aos Emirados Árabes, agora traça metas mais altas.

"Voltamos a ser respeitados. Pelo menos até o dia 4 de dezembro o atual campeão é o Fluminense", lembrou Abel, reconhecendo os problemas da equipe, mas ressaltando o empenho de todos. "Oscilamos muito. Vejo a dedicação desse grupo. Sempre que conseguíamos duas boas vitórias, vinha o bloqueio. Agora soubemos administrar bem", comemorou.

A próxima missão poderá dizer definitivamente para onde vai o time tricolor. No domingo, o Fluminense recebe o Corinthians e uma quarta vitória consecutiva sobre o time que mais liderou a competição até o momento credenciaria a equipe a entrar de vez na luta pelo bicampeonato brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.