Abel quer vitória do Flu em clássico como homenagem

A semana não foi boa para o Fluminense na véspera do clássico contra o Vasco, neste sábado, no Engenhão. O clube entrou de luto na terça pela morte do observador Roberto Moreno e vai seguir assim depois do falecimento, nesta sexta-feira, do ex-goleiro Félix, que fez história no clube das Laranjeiras.

AE, Agência Estado

24 de agosto de 2012 | 16h25

As mortes abalaram o técnico Abel Braga, que era amigo dos dois. Com Roberto trabalhava ininterruptamente há seis anos. Com Félix, jogou em toda primeira metade da década de 1970, quando os dois defendiam o Fluminense.

O treinador também lembrou do centenário de nascimento do tricolor Nelson Rodrigues, celebrado durante a semana, para pedir a vitória no clássico como homenagem aos três. "Foi uma semana difícil, e agora o que queremos é terminar de uma maneira feliz, alegre, com uma vitória para oferecer a essas três pessoas. Esse jogo se tornou um jogo com uma responsabilidade maior porque além dos problemas de pontuação podemos homenagear essas três pessoas", comentou ele.

Durante a entrevista coletiva no dia anterior ao clássico, o treinador também foi perguntado a comentar a convocação de Mano Menezes, que deixou de fora Fred e Diego Cavalieri, destaques do Flu que muitos cariocas cobravam na seleção. "O Mano tem que ser soberano pra convocar dentro da sua filosofia de trabalho", lembrou Abel.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.