Abel vê evolução de Ciro como decisiva para Fluminense

O Fluminense está em alta no Campeonato Brasileiro. Depois de um primeiro turno alternando bons e maus momentos, a equipe tem a melhor campanha do segundo turno, com quatro vitórias consecutivas, e está agora na quinta colocação, com 37 pontos. De acordo com o técnico Abel Braga, a mudança de postura do atacante Ciro foi fundamental para esta evolução do time.

AE, Agência Estado

13 de setembro de 2011 | 13h24

"Em relação ao Ciro, tive que dar exemplo a ele. Eu falei para ele: ''Ciro, sei que você jogava de uma forma no Sport, mas, para mim, isso não comporta'', porque seriam dois jogadores com a mesma característica no ataque. Ele entendeu e começou a pensar no grupo, não apenas nele", declarou Abrel, nesta terça-feira, em entrevista à ESPN Brasil.

Assim, Ciro deixou de ser apenas mais uma opção no banco de reservas do Fluminense para assumir a vaga de titular da equipe. O jogador passou a atuar mais pelos lados do campo, ajudando na marcação dos laterais adversários, o que, para Abel, é uma nova tendência do futebol mundial.

"O Santos joga com o Neymar e ele corre atrás do lateral. O Corinthians tem o Jorge Henrique e o Willian fazendo isso. O Palmeiras tem o Luan. O Botafogo tem o Herrera que atrapalha a descida do lateral-esquerdo. Então, disse pra ele (Ciro) que é assim que o futebol mundial está sendo jogado", contou o treinador.

Mas não é só o atacante que tem arrancado elogios do treinador. Carlinhos e Mariano são vistos por ele como a melhor dupla de laterais do futebol brasileiro. "Nenhum time tem dois laterais como os meus, no meu modo de pensar. São muito fortes, muito bons no um contra um. Então, mesmo nos piores momentos conseguíamos aproveitar muito bem a dupla", avaliou Abel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.