Absolvido, Edinho enfrenta Atlético-PR no sábado

Expulso no clássico entre Internacional e Grêmio, vencido pelo time do Beira-Rio por 4 a 1, o volante Edinho foi julgado e absolvido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Com isso, poderá participar do jogo com o Atlético Paranaense, no sábado, em Porto Alegre. Edinho foi expulso por Evandro Rogério Roman nos minutos finais do primeiro tempo do Gre-Nal, disputado no dia 28 de setembro. O volante derrubou Tcheco, que revidou, pisando na perna direita do jogador do Inter. Imediatamente, Edinho acertou um chute no capitão gremista. Por conta disso, Edinho foi denunciado por infração ao artigo 253 (praticar agressão física) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que prevê suspensão de 120 a 540 dias. A absolvição de Edinho traz um alívio para o técnico Tite, que perdeu o lateral-direito Ricardo Lopes, expulso contra o Goiás, e o zagueiro Índio, que recebeu o terceiro cartão amarelo, para o duelo com o Atlético Paranaense.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.