Acervo de Puskas é salvo de ir a leilão

A empresa húngara Orszagos Szaknevsor Bt., editora de listas telefônicas, gastou cerca de US$ 180 mil para adquirir parte de itens pessoais do maior jogador da hisória do futebol da Hungria, Ferenc Puskas. Cerca de 100 objetos seriam leiloados em Londres, no dia 2 de novembro, e o dinheiro serviria para custear o tratamento médico do antigo astro. O empresário Gyorgy Bodnar, dono da Szaknevsor, afirmou que os itens farão parte do futuro Hall da Fama do futebol húngaro. Dentre os objetos adquiridos, estão a camisa que Puskas usou na final da Olimpíada de Helsinque, em 1952, quando a Hungria foi campeã; e uma chuteira de ouro que recebeu por marcar 84 gols em 85 jogos da seleção.Puskas, de 78 anos, sofre do mal de Alzheimer e está internado há alguns anos em um hospital de Budapeste, capital da Hungria.

Agencia Estado,

28 de outubro de 2005 | 19h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.