Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Acordo com a Globo faz Palmeiras ter terceiro maior contrato no pay-per-view

Clube supera valor repassado ao São Paulo e ficará atrás apenas de Corinthians e Flamengo na lista dos mais bem pagos

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

24 de maio de 2019 | 04h30

O Palmeiras comemorou nesta quinta-feira ter fechado acordo com a Rede Globo para os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro para TV aberta e pay-per-view de 2019 a 2024. O clube se sentiu atendido nas exigências e prevê receber pelos contratos no mínimo R$ 12 milhões pela aparição na Globo e cerca de R$ 100 milhões pela presença no Premiere.

Os dois números, no entanto, vão aumentar até o fim do ano. A Globo vai pagar para TV aberta mais alguns valores referentes à quantidade de partidas exibidas, assim como a premiação pelo título, que será de R$ 33 milhões para o campeão e diminui de acordo com a posição na tabela. Já para o pay-per-view, a parcela destinada ao clube também terá como acréscimo um cálculo sobre a quantidade de palmeirenses que assinam o pacote de transmissão.

O pay-per-view, aliás, foi a negociação mais complicada. O Palmeiras exigiu receber valores mais próximos aos pagos para Flamengo e Corinthians, clubes com os contratos mais altos do pacote. Do total de R$ 650 milhões destinados ao pay-per-view, os 20 times da Série A dividem entre si 38% do total, enquanto os demais 62% ficam com a emissora e as operadoras de TV.

A briga do Palmeiras no pay-per-view foi para aumentar o valor do chamado mínimo garantido, pago anualmente aos clubes como garantia caso a parcela de torcedores daquela equipe que sehjam assinantes do serviço não represente um ganho significativo. O Flamengo é quem recebe o maior montante, cerca de R$ 120 milhões, seguido pelo Corinthians, com R$ 110 milhões.

O Palmeiras será o terceiro colocado nessa lista, com um valor próximo a R$ 100 milhões. As negociações começaram com valores na casa dos R$ 70 milhões, montante que é o mesmo pago pelo São Paulo. Pouco a pouco, ao longo das mais de dez reuniões, o acordo apresentou condições melhores para a diretoria, que considerou o desfecho bastante positivo para o clube.

Após ter duas partidas no Campeonato Brasileiro sem exibição na TV, o Palmeiras a partir de agora não terá mais o problema. O jogo de sábado, contra o Botafogo, em Brasília, marca tanto a estreia da equipe no pay-per-view como no fantasy game Cartola FC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.