Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Acordo com rival 'esfria' chance de Palmeiras renovar com a Adidas

Diante da falta de propostas convincentes, clube alviverde se aproxima de troca de fornecedor de material esportivo

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

27 de fevereiro de 2018 | 17h55

O acordo anunciado nesta terça-feira entre Adidas e o São Paulo esfriou ainda mais a negociação entre a marca alemã e o Palmeiras pela renovação de contrato. Após duas propostas abaixo do esperado apresentadas pela empresa de material esportivo, o clube alviverde considera difícil a continuidade da fornecedora. Segundo pessoas envolvidas com as tratativas, as recusas levaram a Adidas a procurar uma opção e falar com o São Paulo.

+ Clube divulga lista de inscritos na Libertadores sem Jean

+ Moisés diz estar na melhor forma no Palmeiras

A Adidas está com o Palmeiras desde 2006 e continuará normalmente até o fim do ano, mesmo com o acordo fechado da empresa com o São Paulo. A diretoria alviverde esperava renovar o contrato com a marca alemã para receber acima dos R$ 20 mihões anuais do vínculo em vigor. Como as conversas não avançaram, o clube ouviu outras duas interessadas e apresentou para a Adidas cobrir as propostas, o que não aconteceu.

A Puma e a Topper foram as empresas que abriram conversas com o Palmeiras. A definição deve ser nas próximas semanas, já para iniciar a aprovação e a produção do material. Embora a Topper tenha sido quem ofereceu um valor maior à vista, a Puma é a favorita, principalmente pela visibilidade internacional e pela divisão com o Palmeiras dos lucros com a venda de produtos oficiais.

Essa participação na comercialização faz o Palmeiras planejar receber por ano até 20% a mais do que o repasse da Adidas. Dentro do clube a negociação com a Puma é considerada avançada, mas a Topper ainda não está totalmente descartada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.