Acordo deve cancelar greve no futebol da Itália

O presidente do Sindicato dos Jogadores Italianos (AIC) disse que chegou a acordo com os dirigentes da Serie A, responsável pela organização da primeira divisão do Campeonato Italiano, em vários pontos durante as conversações com o objetivo de evitar uma greve prevista para o fim de semana.

AE, Agência Estado

07 de dezembro de 2010 | 21h06

A entidade reuniu-se com dirigentes da liga nesta terça-feira em um encontro marcado pelo presidente da Federação Italiana de Futebol, Giancarlo Abete. "Chegamos a um acordo em seis dos pontos do contrato coletivo", afirmou Sergio Campana, presidente do sindicato.

Ele ressaltou que os jogadores serão consultados antes da realização de "um anúncio oficial amanhã sobre o que nós decidimos". O sindicato tem se recusado a aceitar partes do acordo coletivo, que permite que os clubes obriguem os jogadores a treinar em separado e sejam forçados a aceitar transferências.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolItáliagreve

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.