Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Acordo entre Santos e Doyen Sports prevê pagamento por Damião

Valor de R$ 41,6 milhões será devolvido ao fundo de investimento; presidente santista confirma o repasse

Ciro Campos e Diego Salgado, O Estado de S. Paulo

08 de janeiro de 2014 | 14h17

SANTOS - A contratação do atacante Leandro Damião, a maior da história do Santos, pode trazer riscos à saúde financeira do clube. De acordo com o fundo de investimento Doyen Sports, responsável pelo pagamento de € 13 milhões (cerca de R$ 41,6 milhões) ao Internacional, o valor precisará ser devolvido.

O presidente do Santos, Odílio Rodrigues, confirmou o acordo com o fundo. "A atuação da Doyen, que dispõe do dinheiro, é ajudar os clubes. Eles serão ressarcidos do que emprestaram com a devida correção monetária", disse.

Em texto divulgado em seu site, a Doyen Sports explica que, ao contrário de algumas informações, não tem qualquer poncentagem - a chamada third party ownership - sobre o atacante ou qualquer outro jogador de futebol.  "[O fundo] acordou sim uma fonte transparente de financiamento para o Santos poder suportar o valor da transferência, estando acordado os termos para a devolução ao longo de um determinado período", informa a nota da Doyen Sports.

Dessa forma, o Santos teria que repassar o valor total da transferência à Doyen. O clube, contudo, espera valorizar o passe e vender Damião para o exterior ao término do contrato por um preço mais alto. O vínculo com o jogador é de cinco anos. Odílio Rodrigues ressalta, no entanto, que todos os direitos sobre o jogador são do Santos. "Toda a negociação foi entre Santos e Inter. Entramos em contato com a Doyen para garantir financeiramente a contratação", afirmou.

A Doyen Sports é um fundo inglês, com sede em Malta. O representante da empresa no Brasil é Renato Duprat, dono da empresa que patrocinou o clube entre 1995 e 1999. Em 2001, o empresário foi acusado pela CPI do Futebol ao deixar uma dívida de R$ 1,2 milhão quando deixou o Santos. Duprat também costurou, em 2004, o acordo entre Corinthians e a MSI (Media Sports Investment). No ano passado, a Doyen esteve por trás na venda do meia Felipe Anderson à Lazio. O valor do negócio chegou a R$ 23 milhões.

ARTILHEIRO

Leandro Damião se tornou um dos principais atacantes do futebol brasileiro a partir de 2010. Naquele ano, o jovem jogador fez um dos gols na final da Libertadores, conquistada pelo Internacional.

Em 2011, Damião marcou 39 gols e fez sua estreia com a camisa da seleção brasileira. O número de gols, porém, caiu nas últimas duas temporadas (31 em 2012 e 14 em 2013). O jogador será apresentado oficialmente nesta quinta-feira, em uma casa de eventos no centro histórico de Santos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.