Jorge Saenz/AP
Jorge Saenz/AP

Acusado de fraude, Lionel Messi terá audiência no dia 27

Jogador e seu pai, Jorge Horácio, respondem por suposta sonegação fiscal

AE-AP, Agência Estado

10 de setembro de 2013 | 11h09

MADRI - Acusado de ter fraudado a Receita Federal ao não pagar mais de 4 milhões de euros em impostos, Lionel Messi foi convocado pela Justiça da Espanha a comparecer em uma audiência no próximo dia 27, mesmo dia em que o pai do jogador do Barcelona, Jorge Horacio, também será ouvido pelas autoridades.

A audiência foi agendada para acontecer às 11 horas (horário local) do dia 27, sendo que Horacio terá de comparecer ao tribunal uma hora antes de seu filho. Inicialmente, Messi e seu pai deveriam comparecer a uma audiência que havia sido marcada para 17 de setembro, um dia antes da partida entre Barcelona e Ajax, no Camp Nou, na abertura da fase de grupos da Copa dos Campeões, mas o tribunal acabou postergando este encontro para dez dias depois.

Em 14 de agosto deste ano, o pai de Messi pagou mais de 5 milhões de euros em impostos atrasados, sendo que o valor devido anteriormente aumentou por causa da cobrança de juros. Em junho, um procurador do estado da Catalunha, na região nordeste da Espanha, abriu uma ação judicial contra Messi e seu pai, depois de uma denúncia de sonegação de impostos ter sido apresentada pela promotora Raquel Amado e encaminhada ao tribunal de Gava, o bairro de Barcelona onde o atacante argentino vive. O astro argentino e Jorge Horacio foram acusados de terem cometido três crimes contra o erário público por alegada fraude de mais de 4 milhões de euros em declarações de imposto de renda referentes aos anos de 2007, 2008 e 2009.

Tudo o que sabemos sobre:
futinterfutebolMessiimpostosfraude

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.