Adap acusa Santos de roubar Jean

A Adap, que manda seus jogos em Campo Mourão (PR), acusa o Santos de pirataria por ter anunciado neste final de semana que o garoto Jean Carlos Chera, de 9 anos, vai passar a treinar no time. Considerado a principal revelação do time paranaense, que ganhou notoriedade pelos seus belos gols em jogos amadores exibidos na televisão, a Adap alega que o time da Baixada sequer comunicou que estaria levando ele.Segundo nota publicada no site oficial do time (www.adap.com.br), o clube está avaliando o caso e promete recorrer à justiça para garantir seus direitos. ?Caso sejam confirmadas as notícias, desde já, é de se lamentar o comportamento antiético e imoral de um clube rico e campeão Brasileiro tal qual é o Santos, pois esse deveria, em tal condição, dar o exemplo (...). Porém, sem jamais ter tratado da situação do atleta com a Adap, o Santos teria preferido subtrair o atleta, praticando a típica atitude do ?leve vantagem em tudo, certo??, mesmo que essa atitude se revele uma ação de piratas e possa prejudicar, inclusive, a formação de caráter do atleta, vez que sua referência agora passou a ser os dirigentes que não zelam pela ética e moral.?Jean Carlos despertou o interesse de clubes como Corinthians e Manchester United. O Santos, até o momento, não se pronunciou oficialmente sobre o caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.