Adap e Atlético-PR buscam se distanciar no Paranaense

A Adap, de Maringá, pelo Grupo 1, e o Atlético-PR, pelo Grupo 2, vitoriosos na primeira rodada da segunda fase do Campeonato Paranaense, tentam distanciar-se de seus concorrentes na busca por uma das duas vagas de cada grupo para a próxima fase. O Atlético joga em casa, às 18 horas, contra o Rio Branco, enquanto a Adap precisará enfrentar o Paraná Clube, em Curitiba. Nas outras partidas, o Cascavel recebe o Coritiba, às 16 horas, pelo Grupo 1, enquanto o Cianorte enfrenta o Paranavaí, fora de casa, às 18h30, no Grupo 2.O Atlético precisa mostrar aos torcedores que não ficou abalado com a derrota por 4 a 1 para o Vitória, pela Copa do Brasil. "Não tem razão polemizar por causa de um jogo", ressaltou o técnico Oswaldo Alvarez. "A gente vem fazendo boa campanha no Paranaense e vamos voltar a jogar o que jogamos." Ele não contará com o meia Ferreira, convocado para a seleção colombiana. No Rio Branco, que já venceu o adversário em Curitiba, na primeira fase, todos os titulares estão à disposição do técnico Saulo de Freitas. No Paraná Clube, o meia Dinelson pode voltar a desfalcar a equipe. Ele sente o tornozelo direito. Se não puder atuar, o técnico Zetti tem as opções de Everton ou Vinícius Pacheco. O técnico também não quer que a derrota para o Flamengo, por 1 a 0, pela Libertadores, influencie o time. "Tenho certeza de que neste jogo as coisas vão caminhar de modo mais positivo", acentuou.A Adap promove a estréia do atacante Alex Paulista, que veio do Figueirense. "É um jogo difícil, mas estamos conscientes de que podemos fazer um bom trabalho", ressaltou o técnico Itamar Bernardes.O Coritiba espera se recuperar do empate com o Paraná, dentro de casa, vencendo o Cascavel, na casa do adversário. A novidade pode ser o retorno do volante Rodrigo Mancha. "É um jogo difícil, uma batalha, mas temos que buscar a vitória porque é importante na nossa classificação", disse o meia Pedro Ken.No Cascavel, o artilheiro Carreto está fora. Em seu lugar pode entrar Nena ou Kahê, emprestado esta semana pelo Palmeiras. "Temos de encarar o jogo como se fosse uma decisão, buscar a vitória de qualquer forma para entrar na briga direta pela classificação", disse o técnico Val de Mello.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.