Adebayor se desculpa por cartão vermelho em derrota para Arsenal

O jogador Emmanuel Adebayor, do time inglês Tottenham Hotspur, pediu desculpas neste domingo pelo cartão vermelho recebido na derrota de seu clube contra o Arsenal, mas disse que não houve maldade em sua entrada com os dois pés contra Santi Cazorla.

Reuters

18 de novembro de 2012 | 10h22

Adebayor foi expulso aos 17 minutos do primeiro tempo, em um evento que mudou a trajetória do jogo.

Ele havia feito seu primeiro gol da temporada e colocado os Spurs à frente no placar aos 10 minutos de jogo no Emirates Stadium, mas após sua expulsão o curso da partida mudou, e o Arsenal ganhou por 5 a 2.

O atacante atingiu Cazorla no pé com as travas da chuteira e recebeu um cartão vermelho direto pelo árbitro Howard Webb.

Aceitando o fato de que deixou seus colegas de equipe em desvantagem, Adebayor disse ao jornal britânico entende "completamente que minha expulsão mudou todo o resultado do jogo e peço desculpas sinceras para meus colegas, para o técnico e para todos os torcedores do Tottenham que decepcionei".

"Mas tenho que ressaltar que minha entrada não foi maldosa em qualquer forma", acrescentou. "Eu estava genuinamente tentando ganhar a posse de bola e provavelmente estiquei meu pé um pouco demais no calor do momento".

(Por Mike Collett)

Tudo o que sabemos sobre:
FUTINGLESDESCULPAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.