Evelson de Freitas/Estadão
Evelson de Freitas/Estadão

Ademilson não vê problemas em dar lugar a Luis Fabiano no São Paulo

Jogador deve dar lugar para o titular, que volta de lesão para a partida contra o Nacional de Medellín

Fernando Faro, Agência Estado

28 de outubro de 2013 | 18h20

SÃO PAULO - Confirmado entre os titulares por Muricy Ramalho para a partida contra o Atlético Nacional após seis jogos de ausência por causa de uma lesão na coxa esquerda, Luis Fabiano volta ao São Paulo justamente no momento que o ataque passou a se virar sem ele. Durante o período, os demais atacantes marcaram nove gols e ajudaram o time a arrancar da zona de rebaixamento e chegar às quartas de final da Sul-Americana. Mesmo sendo o principal candidato a deixar a equipe para o retorno do camisa 9, Ademilson não se mostra incomodado com a possibilidade da reserva e acredita que cumpriu bom papel. Ao analisar o currículo do companheiro, acredita que a decisão de Muricy Ramalho seja justa.

"Justiça tem que ter, mas ele sempre faz gol. Às vezes fica dois jogos sem marcar e falam que tem crise, nós que temos que jogar com ele. Não vejo uma má fase, é apenas um jogo ou outro que ele não marca", disse o jovem.

A maior probabilidade é que Muricy saque Ademilson e forme a linha de frente com Luis Fabiano e Aloísio, que marcou seis gols nos últimos três jogos e caiu nas graças da torcida. No entanto, o treinador ainda não conversou com o grupo, o que alimenta as esperanças de Ademilson em continuar na equipe. Se por acaso for o escolhido para sair, ele promete manter a raça dos últimos jogos em que marcou dois gols, deu assistências e finalmente teve uma boa sequência.

"Estou tranquilo, nos jogos que fiz tentei fazer o mais perto do que o Muricy pediu para fazer. Se ele optar por tirar um de nós para pôr o Luis temos que acatar e tenho certeza de quem ele tirar será necessário para a partida, por isso é importante continuarmos motivados para fazer o melhor", ponderou.

ROGER CARVALHO

Contratado pelo São Paulo até o fim do Campeonato Paulista, o zagueiro treinou com bola com os reservas e aos poucos vai sendo preparado para voltar a jogar. Os médicos evitam falar em prazos, mas esperam que ele tenha condições de estrear ainda no Brasileiro.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCAdemilson

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.