Ademir autografa livro sobre sua vida

Ademir da Guia, 59 anos, abandonou os campos de futebol há mais de duas décadas, mas seu prestígio continua intacto. Na noite desta segunda-feira, centenas de palmeirenses foram à sede do clube abraçar o craque no lançamento do livro "Divino - A vida e a arte de Ademir da Guia" (Editora Gryphus, 217 páginas, R$ 20,00), de autoria do escritor Kleber Mazziero de Souza. Entre outros, estiveram presentes no Palestra Itália os ex-jogadores Sócrates, Bellini, Dudu, Mirandinha, César e Leivinha.Mesmo reconhecendo a majestade de Pelé, Leivinha não se conteve: "Tecnicamente Ademir foi um monstro, o melhor jogador que vi jogar". Empolgado com a homenagem, Ademir passou horas dando autógrafos aos fãs. "Vejo esse momento como uma das maiores homenagens que já recebi na vida. Não tenho palavras para expressar minha felicidade", afirmou o Divino, como ficou conhecido o grande ídolo da história do Palmeiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.