Ademir da Guia: 'Nossa técnica era idêntica mas o estilo diferente'

O Alex foi o seu melhor sucessor com a camisa dez do Palmeiras?

Diego Salgado, Gonçalo Junior, O Estado de S. Paulo

06 de dezembro de 2014 | 17h37

Foi um dos melhores. O Djalminha também fez sucesso. Acho que os dois foram importantes, marcaram uma época, conquistaram títulos e me sucederam bem no Palmeiras.

Dá para comparar o estilo de jogo do Alex com o seu?

Sim. Nossa técnica era idêntica, mas o estilo de jogo era diferente. O Alex lança, chuta forte e faz gols de fora da área. Ele também é especialista em cobranças de falta e praticamente não erra passes. Eu conduzia mais a bola e costumava finalizar de dentro da área. Mas o Alex fez mais gols. 

Quais os pontos fracos do Alex? 

Talvez seja a marcação. Na minha época, eu jogava ao lado do Dudu e tinha a obrigação de marcar, além de criar. Se o Alex tiver de acompanhar os volantes, talvez ele tenha dificuldade. Os técnicos, no entanto, já sabem a qualidade dele e o escalam mais adiantado, para dar o passe para os atacantes. Ele praticamente não tem a obrigação de marcar e pode render mais.

4.Os títulos também são uma medida importante para o sucesso?

Para disputar e conquistar títulos, é preciso um bom time. Nenhum jogador ganha um título sozinho. O Alex teve a chance de jogar com grandes atletas e isso também ajudou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.