Adhemar quer deixar o Stuttgart

O atacante brasileiro Adhemar pediu para ser liberado pelo Stuttgart quando começar o recesso de inverno do Campeonato Alemão, em 15 de dezembro. A informação foi confirmada pelo gerente do clube alemão, Rolf Ruesmann. O técnico Felix Magath também não se opõe à saída do ex-jogador do São Caetano. ?Se Adhemar tem uma boa oferta que o permita voltar (ao Brasil), estou de acordo, pois nunca conseguiu se adaptar na Alemanha?, disse Magath. A mulher e os dois filhos do jogador de 29 anos voltaram ao Brasil há um mês. Para negociar Adhemar, o Suttgart pede o mesmo que investiu em sua contratação: cerca de US$ 1,5 milhão. O atacante chegou à Alemanha em janeiro credenciado pela surpreendente campanha na Copa João Havelange, na qual foi o artilheiro, com 22 gols. Logo na primeira rodada do Campeonato Alemão, marcou três gols na goleada por 6 a 1 sobre o Kaiserlautern, mas não conseguiu manter o desempenho, fazendo apenas cinco no resto da campanha. Além do São Caetano, Palmeiras e São Paulo estariam interessados no jogador. No time do Parque Antártica, ele entraria no lugar de Tuta ou Fábio Júnior, que deixarão o clube.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.