Adiado relatório final da CPI da CBF

Impossibilitado de apresentar o seu relatório nessa quarta-feira, o deputado Sílvio Torres (PSDB-SP) acaba de pedir mais um dia para "preparar a coletânea dos sub-relatórios que será juntada ao relatório final da CPI". Segundo Torres, "as propostas são muitas e o tempo não foi suficiente" e, por essa razão, o presidente da Comissão, deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP) convocou para às 10h30 da quinta-feira reunião geral da CPI, quando Torres apresentará o relatório final.Ouvindo parlamentares que integram a CPI, a Agência Estado constatou que o relatório de Sílvio Torres tem pouquíssimas chances de ser votado na semana que vem, uma vez que o regimento interno da CPI garante o pedido de vistas por duas sessões. Como a apresentação será feita na quinta-feira, essas duas sessões do pedido de vistas se completam na segunda-feira e, portanto, a CPI só terá dois dias - terça e quarta-feira - para votar o relatório.Na opinião do vice-presidente da CPI, deputado Eurico Miranda (PPB-RJ), "estava havendo um açodamento na reta final da CPI". Segundo Eurico Miranda, que é presidente do Vasco da Gama, de tudo o que o parlamentar já viu sobre o relatório final "tem muita gente querendo aparecer nessa CPI propondo o indiciamento de dirigentes, quando na verdade é papel da comissão investigar e não pedir indiciamento de ninguém".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.