Adilson Batista crê em confronto difícil contra o Tupi

Único invicto do Campeonato Mineiro e segundo colocado na primeira fase, o Cruzeiro não espera um confronto fácil contra o Tupi, sétimo colocado, nos dois jogos válidos pelas quartas-de-final do estadual.

AE, Agencia Estado

27 de março de 2009 | 17h31

Essa é a avaliação do técnico Adilson Batista, que prega seriedade aos seus jogadores durante os 180 minutos do duelo. "Temos que jogar sério e saber que são jogos de 180 minutos. Não é no primeiro jogo que você vai decidir", avisou. O primeiro jogo será disputado neste sábado e a partida de volta será realizada no dia 3 de abril.

Adilson também comentou que esperava uma colocação melhor do adversário na primeira fase do estadual. "Tupi é uma equipe bem treinada, tem bons jogadores e eu achava que ficaria até em uma colocação melhor. Mas acabaram empatando muito e isso prejudicou".

Na primeira fase, as duas equipes empataram por 0 a 0, no dia 8 de março. "Tivemos as dificuldades do jogo aqui, mas criamos chances para fazer o gol. Infelizmente não estávamos em uma noite inspirada. Agora são dois jogos e nós temos que encará-los com seriedade para não cometermos erros", recordou Adilson.

Mais conteúdo sobre:
futebolCruzeiroAdilson Batista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.