Adílson Batista diz que faltou ambição ao Cruzeiro

Após a derrota por 3 a 0 para o São Paulo, neste domingo, no Morumbi, o técnico Adílson Batista criticou o comportamento dos jogadores do Cruzeiro. Para o treinador, faltou ambição e concentração ao time, que havia ganhado do rival na quarta-feira, pela Copa Libertadores.

AE, Agencia Estado

31 de maio de 2009 | 20h00

"Precisávamos ser mais agressivos e aproveitar melhor as oportunidades. Criamos, precisávamos ter mais ambição, entrega. Não se faz gol na hora que quer, precisa ter mais ambição. Faltou um pouco mais de concentração", afirmou o técnico. "Entramos um pouco desligados, desconcentrados e na hora que o time acordou, já estava 2 x 0", lamentou.

A derrota, no entanto, não vai abalar o treinador, que disse ter tirado lições do jogo para a segunda partida das quartas de final da Libertadores, no dia 17 de junho. "Todo dia é um aprendizado. A gente vai aprendendo para que no dia 17 a gente não cometa os mesmos erros que cometemos hoje".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.