Adilson Batista evita euforia após vitória do Cruzeiro

A vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians, no domingo, manteve o Cruzeiro com chances de brigar por uma vaga na Libertadores e até de sonhar com o título do Campeonato Brasileiro. Mas o técnico Adilson Batista fez questão de conter a euforia, e disse que o clube tem de pensar em um obstáculo por vez.

AE, Agencia Estado

26 de outubro de 2009 | 08h43

"Não dá para fazer uma projeção. O campeonato está muito equilibrado, o segundo turno é sempre diferente. Com a volta de alguns [jogadores], a gente vai encorpando e acho que temos condições. Vamos tentar diminuir a diferença para o Flamengo agora", disse Batista.

O Cruzeiro está em sexto lugar no Brasileiro, com 48 pontos. O líder é o Palmeiras, com 54, seguido por Atlético-MG, com 53, São Paulo e Inter, com 52, e pelo Flamengo, que tem 51.

Na quarta-feira, o Cruzeiro recebe o Santo André, no Mineirão. O clube do ABC paulista está na 16ª colocação, e luta contra o rebaixamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.