Adilson Batista pede Vasco 'inteligente' e prevê retranca do Fluminense

Com o resultado de 1 a 1, Tricolor carioca joga por um empate na partida de volta

Agência Estado

28 de março de 2014 | 09h53

RIO - O Vasco arrancou um empate por 1 a 1 diante do Fluminense na última quinta-feira, mas precisará de mais do que isso se quiser passar pela semifinal do Campeonato Carioca e chegar à decisão. O rival joga por uma nova igualdade no domingo para se classificar. Por isso, o técnico Adilson Batista pediu "inteligência" a seus jogadores para superarem esta desvantagem sem desespero.

"Mesmo agredindo ou tendo que arriscar, você também pode sofrer um contra-ataque, e o pessoal lá (no Fluminense) tem qualidade para fazer dois, três... Vai ser um jogo extremamente difícil. Mas com inteligência, organização e consciência podemos nos dar bem", comentou.

Os elogios de Adilson ao Fluminense pararam por aí. O treinador não escondeu a irritação com a forma que o adversário entrou em campo na quinta. Na visão dele, o time tricolor foi extremamente defensivo e, perguntado se espera uma retranca no domingo, o treinador vascaíno não escondeu sua opinião.

"Mais (retrancado) ainda? Hoje (quinta) eles já ficaram atrás, é só ver o jogo. Trabalhamos bem a bola, mas faltou velocidade. Eles apostaram no contra-ataque. Depois do gol, ficaram do meio para trás. Foi isso que eu vi. Agora temos mais 90 minutos e vamos manter nosso comportamento. Temos que controlar o jogo e aproveitar as oportunidades", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.