Adilson Batista vê desempenho geral ruim em derrota do Vasco

Pela Série B, equipe carioca fez partida irreconhecível e acabou perdendo para o lanterna Vila Nova por 2 a 1, na cidade de Brasília

Estadão Conteúdo

20 de agosto de 2014 | 09h14

O Vasco perdeu a chance de assumir a ponta isolada da Série B do Campeonato Brasileiro ao perder para o lanterna Vila Nova por 2 a 1, em Brasília, na última terça-feira. Irreconhecível, a equipe carioca fez um primeiro tempo muito ruim e o técnico Adilson Batista culpou as más atuações individuais pelo resultado.

"Foi mais em função de alguns (jogadores) estarem abaixo do que podem jogar, o que prejudica o coletivo. Essa é minha avaliação. Então, nós erramos muito passes, a gente acelerou, não deu opção na hora certa, não serviu no momento certo, não tivemos paciência, erramos a bola por dentro, levamos contra-ataques, sofremos dois gols e poderíamos ter sofrido o terceiro. Acho que foi em função disso", comentou.

O treinador fez questão de deixar claro que o primeiro tempo abaixo do esperado foi o momento em que a partida se definiu, mas minimizou o mau futebol apresentado nos 45 minutos iniciais. "Não é questão de vergonha, tem outras coisas no País que são bem mais vergonhosas. Nós tivemos os primeiros 45 minutos muito abaixo. Isso sobrecarregou o aspecto coletivo."

Em relação à segunda etapa, Adilson pareceu ter ficado satisfeito com a atuação vascaína. "O segundo tempo foi outro. Independente das mudanças, tivemos um comportamento diferente e jogamos de forma diferente. Pressionamos, jogamos no campo deles, tivemos três ou quatro situações de contra-ataque. Tivemos o domínio no segundo tempo e não fizemos, mas pagamos pelo primeiro tempo", analisou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BVascoAdilson Batista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.