Adilson cobra postura diferente do Cruzeiro fora de casa

O técnico Adilson Batista não poupou críticas à atitude do Cruzeiro na derrota para o Santos, por 2 a 0, no domingo. Após a partida na Vila Belmiro, o treinador cobrou uma postura diferente dos jogadores, sobretudo nos jogos longe do Mineirão."O objetivo é somar três pontos sempre. É vitória, pontuação lá na frente. Agora, não pode entrar do jeito que a gente entra: olhando, assistindo, não voltando", reclamou Adilson, que ameaçou afastar os jogadores que não mostrarem disposição para mudar essa postura."Se não tiver o espírito que a gente acha que é importante para se vencer um campeonato, a gente vai deixando de lado. Eu tenho que contar com aqueles que realmente tem objetivo de vencer. Para vencer precisa ter uma entrega maior", disse.Longe do Mineirão, o Cruzeiro não tem um bom aproveitamento. Das 11 partidas disputadas, o time venceu três, empatou duas e perdeu seis. Com isso, conquistou 11 pontos dos 33 possíveis, totalizando 33,33% de aproveitamento. Apesar disso, a equipe ocupa a terceira posição no Brasileiro, com 39 pontos, a seis do líder Grêmio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.