Adilson comemora evolução de Luis Fabiano, mas não coloca prazo para reestreia

Atacante entrou na reta final da recuperação e técnico pede: 'Vamos com calma'

Amanda Romanelli, O Estado de S. Paulo

09 de setembro de 2011 | 19h57

SÃO PAULO - O técnico do São Paulo, Adilson Batista, não esconde sua satisfação em ver que Luis Fabiano está na reta final da sua recuperação e pode, em breve, fazer sua reestreia com a camisa tricolor. O treinador, porém, faz um alerta: não é possível fixar uma data para o esperado momento em que o atacante pisará no gramado para atuar.

 

"Primeiro ele entra no campo com o Betinho (fisioterapeuta), depois vai para o Zé Mário, o Serginho (preparadores físicos). Aí ele entra em um processo de trabalho com bola, depois faz uns coletivos. Isso pode ser a qualquer momento, até na semana que vem. Mas, por enquanto, não dá para se posicionar sobre o dia (em que ele estreará)", explicou o técnico.

Adilson comentou o treinamento iniciado nesta sexta-feira por Luis Fabiano. Ele começou seu primeiro trabalho no campo e com bola, apesar de ainda ser supervisionado por um fisioterapeuta.

 

"Isso é bom para o atleta, que só de entrar em campo melhora em vários aspectos. A gente sente que ele está com a cabeça boa, está querendo voltar." Novamente o técnico reiterou que é preciso ter paciência. "Mas vamos com calma, sem acelerar o processo. Daqui a pouco ele estará com a gente."

 

Luis Fabiano passou por duas cirurgias - uma em maio, outra em julho - e deixou claro que não sente mais dores. O atacante afirmou que pretende fazer logo sua reestreia no São Paulo. Na quarta-feira, antes da vitória por 2 a 1 contra o Atlético-MG, disse que gostaria de estrear no jogo contra o Ceará, dia 17, no Morumbi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.