Adilson e Viçosa são os novos desfalques do Grêmio

A sorte anda mesmo longe do Olímpico. Nesta quinta-feira, mais dois jogadores ingressaram no departamento médico. O volante Adílson e o atacante Junior Viçosa deixaram o treino da tarde machucados e são dúvida para o jogo de domingo contra o Atlético-PR.

AE, Agência Estado

26 de maio de 2011 | 19h02

Ao fim do coletivo, Viçosa torceu o tornozelo em uma disputa de bola e deixou o treino mais cedo, já iniciando treinamento. Logo em seguida, Adílson acusou dores na virilha esquerda e também abandonou a atividade. Ele foi submetido a exames, cujos resultados só serão conhecidos na sexta-feira.

A dupla se junta a uma extensa lista de problemas para Renato Gaúcho escalar o Grêmio. Gabriel, Bruno Collaço (fazendo fisioterapia), Leandro, Mateus Magro (só correm ao redor do gramado), Gilson, Wesley (treinaram em separado), André Lima (se recuperando de contusão) e Rodolfo (aguarda cirurgia) também são desfalques.

Vilson também treinava em separado, mas foi chamado para compor o time reserva, na falta de jogadores para tanto, depois da lesão de Adilson. Willian Magrão, que treinava entre os zagueiros reservas, foi para o meio-campo titular. Roberson substituiu Viçosa no ataque.

Considerando a ausência de Viçosa e Adilson, o Grêmio pode enfrentar o Atlético-PR com a seguinte formação: Victor; Mário Fernandes, Saimon, Rafael Marques e Neuton; Fábio Rochemback, Willian Magrão, Lúcio e Douglas; Roberson e Lins. Só quatro dos considerados titulares.

Com tantas ausências, até Rafael Marques, que estava perto de deixar o clube, ganha chance de jogar."Eu sempre disse que futebol é momento. Eu confio muito no meu trabalho. Estou preparado para ajudar como sempre e sigo focado no trabalho", disse o zagueiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.