Adílson pede demissão no Paraná Clube

Adílson Batista não é mais técnico do Paraná Clube. Ele pediu demissão nesta quarta-feira, depois de uma conversa com a diretoria. Adílson alegou não ter concordado com algumas orientações da diretoria. Esta é a segunda vez que o time paranaense troca de técnico na competição. Ele havia substituído Cuca, que se transferiu para o Goiás. Em oito jogos sob sua orientação, o Paraná conseguiu três vitórias, um empate e quatro derrotas. O ex-atacante Saulo deverá dirigir a equipe domingo contra o Cruzeiro. "Teve reunião e acabei discordando de algumas coisas e, para não prejudicar o Paraná, acho que a saída é o ideal", disse. "Se os resultados não foram o que esperávamos pelas dificuldades do campeonato, vi uma evolução." Segundo o diretor de futebol do Paraná Clube, José Domingos, na reunião foram estabelecidas metas de pontuação nos cinco jogos que restam para terminar o turno da competição. "Para nossa surpresa, no final ele disse que as metas podem ser perfeitamente cumpridas, que o elenco é bom, mas que não seria com ele", afirmou.

Agencia Estado,

16 de julho de 2003 | 17h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.