Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

Adriano depõe sobre ligação com traficante da favela da Chatuba

Atacante do Flamengo é questionado sobre a compra de uma moto, que está em nome da mãe do acusado Mica

estadao.com.br,

25 de março de 2010 | 15h09

O atacante Adriano compareceu nesta quinta, por volta das 11h30, à 22.ª DP, na Penha, no Rio de Janeiro, para prestar esclarecimentos sobre a compra de uma moto no valor de R$ 35 mil, registrada em nome de Marlene Pereira, mãe de Mica, que é acusado de chefiar o tráfico de drogas da favela da Chatuba, na Zona Norte. Adriano e Mica, que já recebeu sete mandados de prisão, são amigos de infância.

Com uma multidão de fãs cercando a saída da delegacia, o jogador do Flamengo foi escoltado por seguranças, através de um cordão de isolamento, até o seu carro. Adriano deixou o local, acompanhado por dois advogados, sem se pronunciar sobre o assunto.

A ligação de Adriano com a favela da Chatuba tem causado polêmica. Em março, participou de um baile funk na favela e sua noiva, Joana Machado, fez um escândalo e depredou o carro do jogador e de seus amigos.

 

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoAdriano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.