Ayrton Vignola/AE - 4/10/2011
Ayrton Vignola/AE - 4/10/2011

Adriano deve prestar depoimento nesta segunda, às 18 horas, no Rio

Já a acareação entre o Imperador e a jovem baleada será na próxima quarta-feira

Cícero Mello, ESPN.com.br

26 de dezembro de 2011 | 14h12

RIO - Adriano dará seu primeiro depoimento oficial sobre o disparo acidental que atingiu uma mulher dentro de seu carro nesta segunda-feira, às 18 horas, na 16.ª Delegacia de Polícia (Barra da Tijuca), no Rio de Janeiro. Já a acareação entre o jogador e a vítima acontecerá na próxima quarta-feira, data em que a última receberá alta do hospital em que está internada.

Até o momento, o jogador só falou com a polícia de forma informal, ainda no sábado, data do incidente. Já ter o atacante do Corinthians, a jovem Adriene Cyrilo Pinto, de 20 anos, e os outros quatro ocupantes do automóvel é um desejo do delegado titular, Fernando Reis, para esclarecer a confusão gerada pelas diferentes versões.

"É necessária uma acareação entre todos os envolvidos no caso porque há uma grande controvérsia. Enquanto a vítima Adriene diz que o disparo foi feito por Adriano, todos os outros cinco envolvidos afirmaram o contrário, que Adriano estava no banco do carona, na frente, e que o disparo acidental foi feito pela própria vitima", explicou o delegado.

Quando socorrida, Adriene falou ao delegado de plantão, Carlos César. O tiro causou a fratura do dedo indicador da mão esquerda, o que tornou necessário um procedimento cirúrgico na jovem. Além dos depoimentos, a polícia também levará em conta a balística e o exame de pólvora nas mãos dos envolvidos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolAdrianoCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.