Adriano e são-paulinos reclamam de gol anulado no clássico

Atacante dispara: 'Não dá para aceitar isso'; Muricy também protesta e dirigente fala em vetar o árbitro

27 de janeiro de 2008 | 19h14

O gol anulado que Adriano marcou para o São Paulo no fim do jogo contra o Corinthians neste domingo, que terminou empatado por 0 a 0, é motivo de protestos contra o árbitro Salvio Spínola Fagundes Filho. O atacante saiu de campo inconformado com a falta que foi marcada e que poderia ter dado a vitória à sua equipe.Veja também: Adriano e Rogério Ceni falam do árbitro na saída do campo Vote: Adriano fez falta em William? Opine: Dagoberto sofreu pênalti de Chicão? São Paulo e Corinthians não saem do 0 a 0 no Morumbi"Isso não é um gol para anular. Eu antecipei ele [William]. O jogador estava vindo para trás e eu para frente, não tenho nada a ver que ele caiu. Não dá para aceitar isso. Recebi o cruzamento, subi mais e fiz o gol. Não sei porque foi anulado", justificou Adriano, na saída do campo. A reclamação se estendeu ao técnico Muricy Ramalho. Na entrevista coletiva, ele deixava bem claro sua insatisfação e irritação. "Não aconteceu nada no lance, o árbitro não teve critério nenhum. Ele errou e pronto. Não dá para ele [Adriano] fazer a falta. Cinco metros antes ele foi e procurou a bola. É só saber um pouquinho de futebol. Foi gol legítimo. O forte do jogador é a impulsão. E a bandeirinha viu tudo isso, só o árbitro que não viu."Muricy não quis opinar sobre alguma sanção ao árbitro. "Esse negócio é com a diretoria". E estendeu suas reclamações. "Teve um pênalti também, eu esqueci, então foram dois lances. O Mano tá brincando se acha que nada aconteceu, ele é meu amigo... Não dá para comparar com os dois gols que não nos deram. Saiu barato demais para eles. Mas foi um jogo foi muito igual."No que depender do supervisor de Futebol Marco Aurélio Cunha, Salvio não volta mais a apitar jogos do time tricolor. "Chega dele. Todo jogo em que ele apita, o São Paulo é prejudicado. Ele faz arbitragens pífias", diz o dirigente.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCAdrianoMuricy Ramalho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.