Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Adriano joga e marca dois para Inter

Com dois gols de Adriano, a Inter de Milão venceu a Udinese por 3 a 1, neste domingo pela manhã, no San Siro, e assumiu a sexta colocação no Campeonato Italiano. Foi a primeira vitória da equipe, em Milão. A escalação do brasileiro foi uma surpresa. Na véspera do jogo, o técnico Roberto Mancini havia garantido que o atacante ficaria afastado por duas semanas, além de pagar uma multa de mais de R$ 3 mil por ter se reapresentado com atraso, depois de defender a Seleção Brasileira nos jogos da Eliminatória Sul-Americana. Adriano deveria ter retornado na sexta-feira, mas só reapareceu no sábado.A ameaça de Mancini, porém, foi da boca para fora. Com Recoba contundido, o técnico foi obrigado a escalar Adriano - para sorte da Inter. Aos 8, o brasileiro abriu o placar em uma excepcional cobrança de falta. Quatro minutos depois, ampliou com outro golaço, arrancando entre os zagueiros. "Corri a mais para demonstrar que levo a Inter no meu coração. Não gostei de ter me atrasado e não ter treinado com a equipe. Neste momento, há muita responsabilidade pesando sobre mim", reconhece Adriano.Com os dois gols, Adriano chegou aos cinco gols na competição e agora divide a vice-artilharia com o ucraniano Shevchenko, do Milan - Montella, da Roma, tem seis. "Tenho que agradecer todos meus companheiros, que me deram força para anotar estes dois gols. Continuarei trabalhando para pagar a confiança depositada em mim", afirmou.A Udinese ainda descontou aos 10 minutos da segunda etapa, com Mauri, mas Vieri tratou de confirmar a primeira vitória da Inter em Milão, dois minutos depois. "Adriano estava espetacular. Vieri também jogou muito bem e foi premiado com um gol que veio em boa hora. Estou muito contente por ele. O ataque formado por Adriano e Vieri começa a dar frutos", parabenizou Mancini.A Inter de Milão volta a campo na próxima quarta-feira, contra o Valencia, no Estádio Mestalla, na última rodada dos jogos de ida da Copa do Campeões.O Milan também conseguiu um resultado importante. Venceu o Cagliari por 1 a 0, fora de casa, assumiu a vice-liderança do calcio e segue na perseguição à Juventus, que lidera o campeonato com três pontos de vantagem: 16 a 13."Tivemos maior atenção no setor defensivo. Jogamos com muita concentração, soubemos administrar bem a posse de bola e não atacamos de forma desorganizada. Mas foi difícil para manter o ritmo do jogo", analisou o técnico.O gol da vitória foi anotado pelo meia Pirlo, aos 20 minutos do primeiro tempo, em jogada individual. Por opção de Ancelotti, o Milan entrou em campo sem Gattuso, Kaká e Inzaghi. O treinador optou por poupar os atletas para os clássicos contra Barcelona, pela Copa dos Campeões, e Inter, na próxima rodada do Italiano. "Era uma partida muita difícil. O Cagliari, em casa, sempre luta para sair com um resultado positivo. Foi muito importante sair daqui com estes três pontos", afirmou o meia português Rui Costa.Outros resultados: Lazio 0 x 1 Chievo; Lecce 2 x 0 Palermo; Fiorentina 0 x 0 Siena; Bologna 2 x 1 Atalanta; Brescia 3 x 1 Parma; e Reggina 0 x 1 Sampdoria.

Agencia Estado,

17 de outubro de 2004 | 12h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.