Adriano pede desculpas e retorna ao elenco do São Paulo

Em conversa com Juvenal Juvêncio, Imperador reconhece erros e aceita multa de 40% sobre o salário

André Rigue, estadao.com.br

01 de março de 2008 | 11h40

Em reunião com o presidente Juvenal Juvêncio na manhã deste sábado, o atacante Adriano pediu desculpas pelos problemas causados na sexta-feira. O Imperador aceitou a multa de 40% dos vencimentos e disse ao técnico Muricy Ramalho que está à disposição para o jogo deste domingo do São Paulo contra o Mirassol, pela 12.ª rodada do Campeonato Paulista.   Veja também: Adriano: do apogeu à ameaça do ostracismo   De acordo com nota divulgada pela assessoria de imprensa do São Paulo, Adriano prometeu ao presidente que não cometerá novos atos de indisciplina.   Na sexta-feira, Adriano chegou 28 minutos atrasado ao treino do São Paulo no CCT da Barra Funda. Com uma lesão na coxa esquerda, o jogador interrompeu o tratamento médico no Reffis (Reabilitação Esportiva Fisioterápica e Fisiológica) e foi embora sem autorização da diretoria. Na saída, ele ainda ameaçou agredir o fotógrafo Reginaldo Castro, do Diário Lance!.   O motivo da irritação de Adriano teria sido um acidente de trânsito na madrugada de quinta-feira. Seu motorista, Aloísio Ferreira, bateu seu Porshe num cruzamento da Avenida Paulista - o jogador não estava presente.   Ainda neste sábado, Adriano e Juvenal se reuniram com toda a delegação do São Paulo. O Imperador também pediu desculpas aos atletas e disse que está no grupo para contribuir e não para prejudicar o trabalho.   Depois, Adriano e os demais jogadores treinaram sob orientação de Muricy. O atacante, que marcou apenas quatro gols com a camisa são-paulina, não mostrou abatimento e até realizou brincadeiras com os companheiros.   Em coletiva após o treino, Adriano disse que o ocorrido na sexta-feira ganhou uma repercussão maior porque ele é o "Imperador". "Tenho de ter paciência com tudo isso que falaram no jornal. Quando cheguei aqui, não queria ser chamado de Imperador, mas sou Imperador sim. Do contrário, nada disso teria repercutido."   Adriano viaja com o grupo para enfrentar o Mirassol, mas Muricy não confirmou se escalará jogador.     Atualizado às 13h05 para acréscimo de informação

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCAdriano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.