Arquivo/AE
Arquivo/AE

Adriano rescinde nesta quarta contrato com a Inter, diz jornal

Depois de muita negociação, documento estabelece que jogador não poderá se transferir para outro clube

Efe,

22 de abril de 2009 | 07h44

O atacante Adriano rescindirá nesta quarta-feira, 22, seu contrato com a Inter de Milão, após declarar no Rio de Janeiro que pretendia deixar o mundo do futebol por alguns meses, informa o jornal esportivo La Gazzetta dello Sport.

 

A decisão de Adriano de não retornar à Itália para se apresentar à Inter após uma rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo teria sido responsável pela decisão de rescindir de forma "pactuada" o contrato, que ligava o atacante brasileiro ao clube italiano até junho de 2010.

 

Segundo o diário, os documentos já estão preparados, depois de a direção da Inter e o representante de Adriano, Gilmar Rinaldi, terem negociado há uma semana, quando as duas partes mantiveram uma reunião em Milão.

 

Desde então, os detalhes do acordo foram determinados via fax entre Itália e Brasil, contatos que se intensificaram na noite de terça-feira e que concluirão nesta quarta-feira.

 

Estariam pendentes apenas alguns detalhes para que Adriano deixe de ser jogador da Inter. O jornal assegura ainda que o acordo estabelecerá que o jogador não poderá se transferir a qualquer clube sem receber o sinal verde da Inter.

 

Segundo o jornal se o atacante brasileiro não aceitasse esta cláusula, a Inter poderia recorrer à rescisão unilateral, por meio de uma denúncia ao Colégio Arbitral da Liga por "descumprimento" de contrato.

 

A Inter ganhará com esta operação 12 milhões de euros, segundo cálculos do jornal, entre valores que o jogador terá de pagar para a rescisão, o que o clube vai economizar ao não pagar mais seu salário, e a bonificação pela vitória do "scudetto", que este ano muito provavelmente ficará com o clube milanês.

Tudo o que sabemos sobre:
AdrianoInterfutebol europeu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.