Adriano se machuca na vitória do Parma

Problema sério para o Parma e para a Seleção Brasileira Sub-23: Adriano sofreu uma grave contusão muscular na coxa esquerda e corre o risco de ficar dois meses parado. Se isso se confirmar, será difícil ele poder jogar o Torneio Pré-Olímpico no Chile entre 7 e 25 de janeiro. Ele sofreu a contusão neste domingo, na partida em que seu time ganhou de virada do Brescia por 3 a 2. No finalzinho do primeiro tempo, quando o placar mostrava 2 a 2, ele sentiu a fisgada quando puxava um contra-ataque. Largou a bola imediatamente e caiu.O departamento médico do Parma determinou que o atacante fique uma semana em repouso antes de ser submetido a uma ressonância magnética, cujo resultado determinará quanto tempo demorará a sua recuperação. Mas os médicos já sabem que a lesão é séria.Ricardo Gomes pretende iniciar a preparação da Sub-23 para o Pré-Olímpico dia 17 de dezembro, em Teresópolis, com os jogadores de clubes brasileiros. Os "estrangeiros" deverão se apresentar dia 26 e a viagem para o Chile está prevista para 2 de janeiro. O Brasil estreará na competição dia 7, contra a Venezuela, em Concepción. Se Adriano tiver de ficar dois meses em recuperação, só poderá voltar a treinar no início de janeiro.A contusão veio num péssimo momento para o atacante, que começou muito bem a temporada. Ele é o vice-artilheiro do Campeonato Italiano com sete gols - o ucraniano Shevchenko, do Milan, tem oito -, marcou dois na Copa da Uefa e está bem cotado com Carlos Alberto Parreira, que o convocou para o amistoso do mês passado contra a Jamaica em Leicester.Inter se impôs - Franco Sensi, presidente da Roma, será interrogado pela Comissão de Disciplina da Federação Italiana por ter declarado que o empate de sábado entre Milan e Juventus por 1 a 1 foi "arranjado". "Essa partida já estava programada para terminar empatada. Mas só posso dizer isso", afirmou.A Inter de Milão conseguiu neste domingo sua primeira vitória sob o comando do técnico Alberto Zaccheroni, que havia estreado na rodada passada com um empate sem gols com a Roma. Em Verona, o time bateu o Chievo por 2 a 0 - gols de Vieri e do uruguaio Recoba - e chegou aos 13 pontos.A tarefa da Inter foi facilitada pelo fato de o Chievo ter jogado com um a menos desde os 35 minutos do primeiro tempo, quando o goleiro Marchegiani foi expulso por ter cometido uma falta fora da área. Para colocar o goleiro reserva, o técnico Luigi del Neri sacou o atacante brasileiro Amauri, o que deixou o time sem força ofensiva.Os gols da vitória saíram no segundo tempo, depois que Zaccheroni sacou o volante argentino Almeyda para colocar o atacante nigeriano Martins. No primeiro gol, Recoba tocou para Vieri marcar. No segundo, o atacante devolveu a gentileza para o uruguaio. Foi o primeiro gol de Recoba nesta temporada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.