Ayrton Vignola/AE
Ayrton Vignola/AE

Adriano terá de treinar no Feriadão para limpar sua barra no Flamengo

Atacante falta a treino de segunda-feira e ganha puxão de orelha: ele não viaja com o elenco e vai trabalhar todos os dias até domingo

O Estado de S. Paulo

06 de setembro de 2012 | 19h34

RIO - O Flamengo enquadrou Adriano e tirou algumas mordomias do atacante, que andou pisando na bola e faltando a treinos em seu trabalho de recuperação para o futebol. As viagens do jogador com o grupo, como vinha fazendo, serão trocadas por trabalhos no Ninho do Urubu, e já nesse Feriadão de 7 de setembro. De sexta a domingo, Adriano vai treinar em dois períodos, inclusive domingo, quando as atividades estão marcadas para a parte da manhã. O elenco embarca para Curitiba, onde enfrenta o Coritiba.

O puxão de orelha foi motivado pela ausência do jogador ao treino de segunda-feira. Foi sua segunda falta desde que assinou contrato com o time da Gávea, em agosto. O diretor de futebol do Flamengo, Zinho, chegou a dizer que o atacante tem sido atrapalhado pelas más companhias e por 'umas cervejinhas' fora de hora. O jogador ainda não tem data marcada para estrear. Ele se recupera fisicamente após ficar parado por mais de cinco meses, depois de cirurgia no calcanhar de Aquiles.

A diretoria do Flamengo foi bastante clara com o jogador. Adriano precisa entrar na linha para não ter seu contrato rescindido. "As regras do nosso acordo são claras e fáceis de ser entendidas", disse a presidente Patrícia Amorim.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.