John Thys/AFP
John Thys/AFP

Adversária do Brasil, Costa Rica leva 4 da Bélgica no último amistoso pré-Copa

Rival da seleção brasileira na segunda rodada leva virada dos belgas fora de casa, em Bruxelas

Estadão Conteúdo

11 Junho 2018 | 17h46

A Costa Rica visitou a Bélgica para um amistoso nesta segunda-feira, em Bruxelas, e se deu mal. Adversária do Brasil na primeira fase da Copa do Mundo, a seleção centro-americana foi goleada por 4 a 1, de virada, no fechamento da preparação para o torneio na Rússia. Lukaku marcou dois gols, deu uma assistência e foi o destaque do confronto.

+ Casillas vê Brasil menos dependente de Neymar e mais maduro do que em 2014

+ Roberto Carlos e Cafu colocam Brasil como 'franco favorito' para vencer a Copa

Agora, as duas seleções só voltam a campo na Copa do Mundo. Vinda de seis derrotas nas últimas oito partidas, a Costa Rica estreia diante da Sérvia no domingo, em Samara. No Grupo E, ainda vai encarar o Brasil e a Suíça.

Já a Bélgica vive fase bem superior e não perde há 19 partidas, desde 2016. Na Copa, encara o Panamá na estreia, segunda-feira que vem, em Sochi. No Grupo G, vai ter pela frente ainda a Tunísia e a Inglaterra.

Mas quem largou na frente nesta segunda foi a Costa Rica. Aos 23 minutos de partida, Bryan Ruiz aproveitou bola mal afastada pela defesa belga e emendou de primeira, marcando belo gol. Aos 31 minutos, Hazard bateu cruzado do bico da área, Mertens apareceu sozinho e deixou tudo igual.

 

O empate inflamou a seleção belga, que não demoraria para virar. Aos 41 minutos, Mertens avançou pela direita e cruzou para Lukaku, que concluiu para a rede, selando o placar do primeiro tempo.

Mas logo na volta do intervalo, a Bélgica garantiu o triunfo. Aos cinco minutos, após rápida troca de passes pela direita, De Bruyne encontrou Chadli, que cruzou na cabeça de Lukaku para ampliar.

O resultado foi definido aos 18. Hazard arrancou pelo meio, colocou entre as pernas de um marcador, cortou outro e tocou para Lukaku, que passou no meio para Batshuayi fazer praticamente sem goleiro. Irmão de Eden Hazard, Thorgan ainda teve a chance de marcar o quinto, mas acertou o travessão aos 33.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.