Divulgação
Divulgação

Aeroporto de Congonhas ganha 'Mural das Copas'

Artista Paulo Consentino inicia projeto que resultará em obra de 600 metros de extensão

O Estado de S. Paulo

25 de fevereiro de 2014 | 12h50

SÃO PAULO - Cenas emblemáticas da história da seleção brasileira começam a decorar, a partir desta terça-feira, um mural com 600 metros de extensão, localizando entre as movimentadas avenidas Bandeirantes e Washington Luís. Influenciado pela Copa do Mundo no Brasil, o artista Paulo Consentino desenvolve este projeto, com referências da pop art, em parceria com a Infraero e com o Programa Juventudes, do Sesc Santos, onde jovens de 12 a 17 anos que participam de oficinas de arte, trabalham ao lado do artista.

"Congonhas é um dos aeroportos mais importantes do Brasil. O Mural das Copas terá grande visibilidade pela sua localização privilegiada. É preciso ressaltar o apoio cultural e a sensibilidade da Infraero, que acreditou na proposta em meio a um grande esforço de melhorias em vários aeroportos brasileiros e a parceria com o Sesc, que vai permitir que adolescentes tenham uma experiência intensa de arte, aprendendo um ofício. Esperamos ainda vamos revelar alguns talentos”, afirma Consentino.

Para a produção da obra, o artista utilizará técnicas de estêncil arte e mural para recriar, a partir de seu traço cenas emblemáticas da história da seleção brasileira nas Copas do Mundo. Craques como Pelé, Zagallo, Romário, Ronaldo, Garrincha, Gilmar dos Santos Neves, Ronaldinho Gaúcho, Clodoaldo, Rivellino, Taffarel, Marcos e Cafú vão estampar a grande tela ao ar livre.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.