Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Aeroporto monta esquema para Borja não ter contato com torcida

Reforço do Palmeiras não passará pelo saguão para evitar aglomeração de palmeirenses no local

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

10 Fevereiro 2017 | 18h03

A administração do Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, anunciou nesta sexta-feira que vai montar um esquema para evitar aglomeração da torcida do Palmeiras para recepcionar o recém-contratado Miguel Borja. O colombiano tem desembarque previsto para a manhã de sábado em operação especial para evitar que a passagem dele pelo saguão de passageiros cause tumulto.

Segundo comunicado do aeroporto, a operação especial vai fazer Borja deixar o local pelo Portão Lago, acesso secundário, e não pelo terminal 3, onde desembarca o voo que traz o jogador. Pelo local por onde Borja vai sair, os torcedores vão poder apenas visualizar o veículo, sem ter a possibilidade de contato com o atacante.

A principal torcida organizada do Palmeiras, a Mancha Alviverde, convocou os seguidores nas redes sociais para recepcionarem o atacante ex-Atlético Nacional e contratado por R$ 33 milhões. No Facebook há nove páginas de eventos em que os palmeirenses combinam a ida até Cumbica para festejar a chegada do reforço mais caro da história do clube. A negociação foi fechada na noite desta quinta.

O atacante tem desembarque previsto para as 6h30 da manhã deste sábado. Na próxima semana ele deve começar a treinar com o elenco e só poderá estrear no próximo mês, pela Copa Libertadores, pois não foi inscrito a tempo para a disputa do Campeonato Paulista.

Mais conteúdo sobre:
Palmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.