AFA coloca jogadores de clubes argentinos à disposição da Chapecoense

Edgardo Bauza, técnico da Argentina, diz que a tragédia dói principalmente nas pessoas ligadas ao futebol

Estadão Conteúdo

30 de novembro de 2016 | 10h35

Em um momento em que o futebol do mundo todo está de luto, a América do Sul demonstra uma solidariedade ímpar com a tragédia que afetou a Chapecoense. Unidos, os clubes da Argentina colocaram jogadores à disposição para que o clube de Chapecó reconstrua seu elenco. Os principais times brasileiros já haviam feito o mesmo.

"A Chapecoense e toda a comunidade de Chapecó enfrentam uma tragédia irreparável, que requer a solidariedade das federações irmãs. É por isso que os clubes que integram a Associação de Futebol Argentino (AFA) colocam à disposição do clube de Chapecó jogadores que possam se incorporar e ajudar a reconstrução do elenco, que será honrado em memória de todos", diz um comunicado emitido na noite de terça-feira.

Técnico da seleção argentina, Edgardo Bauza disse que a tragédia com a Chapecoense dói principalmente nas pessoas ligadas ao futebol e que perdeu duas pessoas de quem gostava muito: o comentaria Mario Sergio, com quem jogou quando eram jogadores, e o lateral-direito Mateus Caramelo, "um marcador de ponta", que dirigiu no São Paulo.

As seleções sub-20 de Argentina e Uruguai deveriam se enfrentar em um amistoso no Uruguai esta semana, mas o jogo foi cancelado em forma de luto. Já as comemorações pelo aniversário da Conmebol foram suspensas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.