AFA tenta evitar greve no futebol

A Associação de Futebol Argentino(AFA), fará hoje sua última tentativa para evitar a greve dos jogadores marcada para começar na sexta-feira. Os jogadores ameaçam não entrar em campo até que os clubes paguem salários e prêmios atrasados, numa dívida estimada em U$ 30 milhões. Representantes da AFA vão precorrer hoje várias instituições bancárias em busca do empréstimo, que será posteriormente repassado aos clubes. Além de buscar ajuda nos bancos, o presidente da AFA, Julio Grondona, tem um encontro marcado para hoje com a ministra dos Esportes Patricia Bullrich. A idéia é pedir que o governo faça a intermediação nas negociações.O secretário-geral do Sindicato dos Jogadores de Futebol Profissional da Argentina, Sergio Marchi, garantiu que se a dívida não for paga, não haverá campeonato na Primeira, nem na Segunda Divisão do país. O Torneio Apertura tem início previsto para este final de semana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.