Matheus Silva/Figueirense
Matheus Silva/Figueirense

Afastado por doping, goleiro do Figueirense testou positivo para cocaína

Substância foi encontrada logo depois do duelo contra a Ponte Preta, válido pela Série B do Campeonato Brasileiro

Redação, Estadão Conteúdo

06 de abril de 2021 | 17h08

O goleiro Vitor Caetano, do Figueirense, testou positivo para cocaína e a benzoilecgonina (metabólito de cocaína), conforme o documento da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD). O atleta foi afastado, segundo o clube, "de forma preventiva" no dia 19 de março.

No entanto, a Federação Catarinense de Futebol (FCF) já havia informado o clube sobre a situação do atleta no dia 3 de março. Na ocasião, a substância encontrada no exame do goleiro não foi divulgada.

"Desconheço como tal substância proibida ingressou em meu organismo e que eu, meu staff e minha família, em conjunto com o Departamento Jurídico do Figueirense FC, já estamos trabalhando para descobrir como isso aconteceu e resolver essa situação da melhor forma e o mais breve possível", afirmou o jogador, na ocasião.

A substância foi encontrada logo depois do duelo contra a Ponte Preta, válido pela Série B do Campeonato Brasileiro, realizado no dia 29 de janeiro, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Em comunicado, o Figueirense ressaltou o "comportamento exemplar" do atleta e afirmou que não se pronunciará sobre o caso no momento, de forma a respeitar a vida pessoal do jogador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.